[29 mai 2015 | Nenhum comentário | ]
Mercado de trabalho brasileiro ainda é hostil à população LGBT

As empresas brasileiras ainda estão distantes de promover a inclusão e o respeito à população LGBT – sigla para Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transexuais e outras identidades de gênero. Em estudo feito pela Consultoria Santo Caos, 43% dos entrevistados afirmam ter sofrido discriminação por sua orientação sexual ou identidade de gênero no ambiente de trabalho. Segundo outro trabalho, elaborado pela empresa de recrutamento Elancers, 38% das empresas brasileiras não contratariam pessoas LGBT para cargos de chefia e 7% não contratariam em hipótese alguma.
“Muitas empresas temem ter sua imagem associada à do …

Leia mais »

Entrevistas, Notícias »

[29 mai 2015 | Nenhum comentário | ]
Crossdresser, travesti, trans: Laerte fala sobre sexualidade

No passado, a cartunista brasileira Laerte Coutinho (63) chegou a se classificar como “crossdresser”, hoje se vê mais como travesti, mas no geral sente-se confortável em se afirmar como pessoa transgênero. Prefere ser chamada por “ela”, e começou a discutir o assunto no Brasil há mais de dez anos. Vai ao cabeleireiro e à manicure, se depila em casa e ressalta que a cirurgia de mudança de sexo não está em seus planos. “As pessoas fazem por sentir inadequação total com suas genitálias. Não é o meu caso.”
Em entrevista ao …

Consumo e Mercado, Destaque, Direito e Cidadania, Notícias »

[29 mai 2015 | Nenhum comentário | ]
Mercado de trabalho brasileiro ainda é hostil à população LGBT

As empresas brasileiras ainda estão distantes de promover a inclusão e o respeito à população LGBT – sigla para Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transexuais e outras identidades de gênero. Em estudo feito pela Consultoria Santo Caos, 43% dos entrevistados afirmam ter sofrido discriminação por sua orientação sexual ou identidade de gênero no ambiente de trabalho. Segundo outro trabalho, elaborado pela empresa de recrutamento Elancers, 38% das empresas brasileiras não contratariam pessoas LGBT para cargos de chefia e 7% não contratariam em hipótese alguma.
“Muitas empresas temem ter sua imagem associada à do …

Destaque, Direito e Cidadania, Educação, Eventos, Notícias, Saúde »

[25 mai 2015 | Nenhum comentário | ]
Evento na UFPA discute saúde e educação de transexuais e as relações de gênero

Com o objetivo de trazer esclarecimentos sobre os direitos da população LGBT dentro e fora da Universidade, será realizada, no dia 26 de maio, uma roda de conversa, no auditório do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) da UFPA, com o tema “Saúde e educação de transexuais e as relações de gênero”. O evento é promovido por integrantes do recém-criado Coletivo Universitário LGBT Acopla e é voltado à comunidade acadêmica em geral.
Novo Coletivo – O evento, que ocorre no horário das 13h30 às 17h, é parte das ações de …

Destaque, Direito e Cidadania, Eventos, Notícias, Política »

[20 mai 2015 | Nenhum comentário | ]
Daniela Mercury abre seminário LGBT no Congresso Nacional nesta quarta-feira (20)

Terá início nesta quarta-feira (20) o XII Seminário LGBT do Congresso Nacional, que acontece no Auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados. Em meio ao crescente discurso de ódio, colocar-se no lugar dos outros e entender que nossa vida depende da vida das outras pessoas é um ponto de partida para as reflexões do seminário, que acontece nos dias 20 e 21 de maio.
Pautado no tema “Nossa vida d@s outr@s – Empatia: a verdadeira revolução”, o seminário terá abertura especial da cantora e embaixadora do Fundo das Nações Unidas para …

Destaque, Direito e Cidadania, Internacional, Notícias »

[19 mai 2015 | Nenhum comentário | ]
Juízes argentinos reduzem pena de acusado de estupro alegando que vítima de 6 anos era gay e ‘estava habituada a sofrer abusos’

Dois juízes argentinos serão investigados por terem emitido um veredicto absurdo para reduzir a pena de um molestador de crianças. Horacio Piombo decidiu, com o apoio do magistrado Ramón Sal Llargués, baixar a pena do estuprador Mario Tolosa alegando que a vítima, de apenas seis anos de idade, tinha “orientação homossexual e estava habituada” a sofrer abusos sexuais. Os juízes declararam que o menino “tinha sua sexualidade definida” e consideraram que o crime de estupro “não foi tão ultrajante”.
Tolosa, que trabalhava como dirigente de um clube da cidade de Vicente …