Home » Artigos, Destaque, Kiko Riaze

Em 2011: assuma-se!

31 dezembro 2010 2 comentários

Por Kiko Riaze

O que você espera do ano novo?

Já fez os seus planos? Definiu as suas metas?

Quais são os seus sonhos?

Ano Novo é tempo de renovação. Vai muito além de uma noite apenas de festas ou de uma pequena mudança de dígitos no calendário. A virada para o novo ano é a representação de um ciclo que se completa e recomeça trazendo uma sensação de frescor, de que tudo poderá ser diferente do ano que passou.

Eu não preciso de clarividência, cartas, búzios, horóscopo ou numerologia para adivinhar qual é o seu objetivo para este ano novo e para todos os anos que ainda virão… Está duvidando?

Vou arriscar… O SEU OBJETIVO É SER FELIZ!

Errei? Aposto que não. Este é o objetivo de todos os seres deste planeta. Não existe uma fórmula exata, cada pessoa enxerga a felicidade de uma maneira. Mas há algumas coisas que impedem este estado pleno de ser e não é preciso conhecer ninguém tão profundamente para saber.

Vou lançar aqui uma pergunta: você já assumiu que é gay?

Se a resposta for sim, parabéns! Apesar de alguns obstáculos, você já deu um passo importantíssimo para ser uma pessoa mais feliz. Na verdade, deu um passo libertador, que tirou um grande peso da sua consciência e, certamente, mudou a sua vida. Estou muito orgulhoso de você.

Mas se sua resposta for não, creio que já está na hora de você pensar em fazê-lo. Neste ano que está começando, assuma-se!

Não é nada saudável viver uma vida dupla ou uma vida de mentiras. A princípio, pode até parecer fácil e cômodo, mas isso não passa de um grande fingimento criado para enganar as pessoas à sua volta e – o que é muito pior – enganar a você mesmo.

Posso apostar, sem medo de errar, que desta maneira a sua vida não é plena e, muitas vezes, você se sente mal por isso… Não dá para ser feliz assim.

Vou dar algumas dicas para a sua felicidade:

Primeiro: assuma-se para você mesmo!

Pode parecer estranho, mas muita gente não consegue fazer isso por uma série de motivos que já estamos cansados de saber e acabam vivendo uma vida de conflitos interiores que não fazem nada bem. Em alguns casos, este sofrimento leva a atitudes agressivas e até desesperadas e drásticas. Sai dessa!

Ser gay, lésbica, bi ou transexual não é vergonha, nem é errado. A mente das pessoas está mudando e para que os pensamentos se iluminem de vez, é necessário que você mude a sua mente também.

O segundo passo é começar a se assumir para pessoas próximas em quem você confia. É impossível ser feliz sozinho e todo mundo precisa de um ombro amigo para desabafar. As pessoas ajudam, pode confiar.

Feito isso, você já terá força e segurança para assumir para sua família e para o todo o meio em que você vive. Acredite, sua vida ficará imensamente melhor!

Opa! Acha que fui rápido demais? Você ainda não teve coragem nem de assumir para o seu melhor amigo? Bem, terá que fazer um esforço… É questão de necessidade!

Já sei, sua família é muito preconceituosa e você acha que a casa vai cair se você assumir que é gay, não é isso?

Caramba, estamos falando da SUA vida, da SUA felicidade! Não estamos falando da vida dos outros.

Você não pode deixar de comer carne só porque seus pais são vegetarianos e gostariam que você vivesse à base de saladas todos os dias. Você pode até se fartar numa churrascaria quando estiver longe deles, mas com certeza, será muito ruim ter que comer um prato verde toda vez que eles estiverem por perto. Pior do que isso é ter que fazer cara de quem está gostando!

Felicidade não pode ser parcial, tem que ser absoluta!

Ah, você é do tipo que pensa que sua vida sexual não interessa a ninguém e que não é preciso se assumir para ser feliz?

Tudo bem, eu respeito sua opinião. Mas também não vale mentir. É muito triste ver homossexuais fingindo ser héteros para agradar os outros. Pior ainda é ver gays sacaneando outros gays quando estão em companhia de amigos héteros só pra fazer linha. Essa é uma das piores traições!

Pense que muita gente está lutando pelos seus direitos, dando a cara a tapas por um mundo igualitário do qual você também poderá usufruir. Então, se você não quer ajudar, não atrapalhe!

Se não quer falar que é gay, simplesmente omita. Mas mentir, nunca! Não finja ser o que você não é. O mundo já está cheio de pessoas hipócritas, não precisa de mais. O mundo precisa de pessoas que são o que são. E de respeito!

Neste novo ano que se inicia, você tem duas opções: abaixar a cabeça e aceitar tristemente o que o mundo lhe impõe ou erguê-la e ir a luta para ser feliz… O que você deseja? Hein?

Faça uma reflexão e tenha um ano novo maravilhoso! Eu sei que você consegue. E merece!

Feliz Ano Novo!

* Os artigos aqui publicados não representam necessariamente a opinião do Pará Diversidade.