Home » Ciência, Direito e Cidadania, Eventos, Notícias, Saúde

Conselho Federal de Psicologia debate despatologização das identidades trans

1 dezembro 2014 Nenhum comentário

Nesta terça-feira (2), o Conselho Federal de Psicologia (CFP) realiza um debate online sobre a despatologização das identidades trans e travestis, com o objetivo de abordar a atuação da Psicologia e da Medicina no atendimento desta população. O evento será transmitido online pelo site do CFP, a partir das 20h.

O debate contará com a participação de Leonardo Tenório, ativista trans, Paula Sandrine Machado, psicóloga e professora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, e Lúcio Flávio Gonzaga, representante do Conselho Federal de Medicina. O debate será mediado por Marco Aurélio Prado, psicólogo integrante da Comissão de Direitos Humanos do CFP e professor da Universidade Federal de Minas Gerais.

A conversa abordará a Portaria 2.803 do Ministério da Saúde, de 19 de novembro de 2013, que amplia e redefine o processo transexualizador no país. Como o lugar da Psicologia nos processos de transição de gênero é ainda pouco conhecido, o evento propõe a discussão das ações de psicólogas e psicólogos nesse contexto e o debate com outras profissões e com ativistas sobre as questões que envolvem a despatologização e a garantia de acesso à saúde integral.

O evento tem, ainda, o objetivo de dar visibilidade às violações aos direitos básicos, como saúde, educação e trabalho, prejudicados devido ao preconceito exercido nas instituições e nas políticas públicas contra pessoas trans e travestis, bem como evidenciar as boas práticas de respeito e direitos humanos com a diversidade de gênero e sexual.

Os internautas poderão participar do debate via Twitter, Facebook e por e-mail, enviando perguntas e comentários com a hashtag #despatologização ou para o e-mail eventos@cfp.org.br.

Debate “Despatologização das Identidades Trans e Travestis”
Terça-feira, dia 2/12, às 20h

Com transmissão online no site do CFP: www.cfp.org.br

Fonte: Conselho Federal de Psicologia