Home » Destaque, Direito e Cidadania, Educação, Eventos, Notícias, Saúde

Evento na UFPA discute saúde e educação de transexuais e as relações de gênero

25 maio 2015 Nenhum comentário

Cartaz de divulgação do evento

Com o objetivo de trazer esclarecimentos sobre os direitos da população LGBT dentro e fora da Universidade, será realizada, no dia 26 de maio, uma roda de conversa, no auditório do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) da UFPA, com o tema “Saúde e educação de transexuais e as relações de gênero”. O evento é promovido por integrantes do recém-criado Coletivo Universitário LGBT Acopla e é voltado à comunidade acadêmica em geral.

Novo Coletivo – O evento, que ocorre no horário das 13h30 às 17h, é parte das ações de apresentação do novo Coletivo, que visa dar informações e fortalecer o movimento LGBT na UFPA e em outras instituições de ensino, incluindo militantes do movimentos LGBT do Pará. Entre os convidados, estarão a psicóloga transexual Lyah Corrêa, a professora Sandra Mendes e o coordenador municipal para DST/AIDS, Beto Paes.

Programação – Os palestrantes discorrerão sobre educação de transexuais, relações de gênero, homofobia dentro da escola, saúde da população transexual e outros temas. Para Rafael Ventimiglia, um dos organizadores do evento, a roda de conversa é importante para que gays, lésbicas e transexuais conheçam seus direitos e façam uso efetivo, a partir de ações de conscientização da sociedade.

“A gente pretende incitar o público acadêmico, da nossa e de outras universidades, além da sociedade em geral a discutir temáticas como esta, para que possamos construir, juntos, ações que viabilizem o estreitamento dos laços entre a sociedade, o movimento social e a comunidade acadêmica, em prol de mais políticas públicas que resguardem os direitos violados e garantam mais cidadania à População LGBT”, enfatiza Rafael.

De acordo com a estudante de Ciências Sociais, Eduarda Lacerda, uma das poucas travestis na Universidade, as alunas transexuais ainda encontram dificuldades em instituições de ensino para o uso do nome social, direito garantido desde 12 de março de 2015 pela Resolução nº 12 do Conselho Nacional de Combate à Discriminação dos Direitos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais (CNCD/LGBT).

“A gente tem o intuito de provocar a Universidade, de levar esse debate para outras instituições de ensino superior. Onde houver LGBT, o nosso coletivo vai estar, justamente para promover essa discussão”, diz a estudante.

Eduarda também conta que as travestis e transexuais ainda encaram dificuldades no ambiente universitário por conta das restrições quanto ao uso do banheiro feminino, além de piadas e chacotas preconceituosas por parte de algumas pessoas. Qualquer denúncia sobre má conduta da comunidade dentro da UFPA ou de não cumprimento de direitos garantidos pode ser levada à Ouvidoria da Universidade, por meio de uma reclamação no site do órgão ou pelos fones (91) 3201-7649 e 3201-7579.

Serviço:
Roda de conversa “Saúde e educação de transexuais e as relações de gênero”.
Data: 26 de maio de 2015, das 13h30 às 17h.
Local: Auditório do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, no Campus Básico da UFPA, Av. Augusto Corrêa, nº 1, bairro Guamá.
Inscrições devem ser feitas aqui.
Informações: (91) 98188-9305, 98088-0511 ou na fanpage do Coletivo.

Texto: Alesson Rodrigues – Assessoria de Comunicação da UFPA.

Fonte: Portal da UFPA