Home » Direito e Cidadania, Eventos, Notícias, Política

Coquetel marca lançamento oficial da 14ª Parada LGBT de Belém

10 outubro 2015 Nenhum comentário

Duda Lacerda, Bárbara Pastana e Adelaide Oliveira durante o lançamento da 14ª Parada do Orgulho LGBT de Belém (Foto: Alessandra Serrão – NID/Comus)

A Parada do Orgulho LGBT de Belém, que chega à 14ª edição em 2015, será realizada no dia 18 de outubro. Para lançar oficialmente o evento, a prefeitura de Belém abriu as portas da sua sede, localizada no Palácio Antônio Lemos, na noite da última quinta-feira (8). O tema deste ano é “Travestilidade e Transexualidade: minha vida, meu gênero, minhas regras, meus direitos”.

“É a primeira vez que o poder público abre as portas da própria sede para realizar um evento como este. O prefeito Zenaldo Coutinho não tem medido esforços para apoiar o movimento LGBT. E durante a parada, a Prefeitura de Belém vai apoiar com guardas municipais, agentes de trânsito e a equipe da Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) realizará ações de prevenção”, pontuou o membro da comissão de política LGBT de Belém, Reinaldo França.

A 14ª Parada do Orgulho LGBT traz novidades em relação aos anos anteriores. Este ano, o evento será realizado em outubro, uma semana após a maior festa religiosa do Brasil, o Círio de Nazaré. A outra mudança foi o percurso, que não sairá mais da Doca de Souza Franco e será menor, para garantir a segurança de todos. O evento iniciará às 9h na Escadinha da Estação das Docas e será encerrado na Praça Waldemar Henrique, com vários shows de artistas da terra. São esperadas 500 mil pessoas.

“Isso demonstra que o movimento não está parado. Vamos reunir parceiros, apoio, poder público e todos que fazem parte deste movimento para fortalecer a cidadania e o direito de todos, para avançarmos sempre na promoção, proteção e defesa da comunidade LGBT”, afirmou a militante Bruna Lorrane.

O prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho, que esteve presente na cerimônia de lançamento, aproveitou a ocasião para fazer um anúncio. “Em breve lançaremos o projeto LGBT no município, mais uma forma que a nossa gestão encontra para apoiar o movimento. Acreditamos que todo mundo tem que ter o seu espaço e ser respeitado. A cidade é para todos”, destacou.

Fonte: Agência Belém