Home » Destaque, Notícias

Adolescente lésbica é encontrada morta em Goiás; suspeito é o pai de sua namorada

6 abril 2011 15 comentários

Um assassinato chocou os moradores de Itarumã, interior de Goiás. Um fazendeiro e seus dois filhos são suspeitos de matar Adriele Camacho de Almeida, 16 anos.

A menina namorava a filha do fazendeiro e já havia sido ameaçada de morte caso não terminasse o relacionamento.

Adriele estava desaparecida havia um mês. O corpo foi encontrado nesta terça-feira (5). O fazendeiro foi preso e um dos filhos dele está em uma instituição para menores infratores.

Detalhes do caso

A Polícia Militar de Itarumã, no sudoeste goiano, recebeu denúncia do desaparecimento da adolescente, residente em Cassilândia-MS, que teria se deslocado à cidade de Itarumã – distante cerca de 60 km-, no dia 13 de março para encontrar-se com a namorada.

Adriele foi para Itarumã na companhia de outro adolescente em uma moto Honda. Na última terça-feira, o corpo da adolescente, morta a facadas, foi encontrado enterrado de cabeça para baixo em uma cova estreita e profunda nos fundos de uma fazenda.

Após assassinar a garota, os autores jogaram sua moto no leito do Rio Corrente, altura da ponte da rodovia que liga Itarumã a Itajá. Ainda na tarde da última terça, uma equipe de resgate náutico do Corpo de Bombeiros de Jataí foi acionada e deslocou-se para Itarumã, com o objetivo de encontrar e resgatar a moto.

Em 19 de março, a juíza de Caçu-GO – jurisdição de Itarumã -, doutora Ana Maria, com base em denúncias, expediu o mandado de apreensão do jovem F.W., de 17 anos, e de prisão do fazendeiro C.R.A, de 36 anos – respectivamente irmão e pai da namorada da vítima -, os quais negaram envolvimento no desaparecimento da adolescente, mas permaneceram presos.

Um novo mandado de busca traz informações acerca da possível participação de um terceiro adolescente no crime, o qual tem 13 anos e também é filho do fazendeiro. Ao ser interrogado pelos policiais, ele acabou confessando que tinha ajudado o irmão a ocultar o corpo da jovem, próximo à sede da fazenda de seus pais.

O garoto levou os policiais até o local e o corpo foi encontrado enterrado na Fazenda Lajeado, a 17 quilômetros da cidade de Itarumã, no sentido a Itajá. O IML e a perícia técnica de Quirinópolis foram acionados e o corpo foi desenterrado.

O garoto de 13 anos contou ainda aos policiais que foi seu irmão de 17 anos o mentor e executor do homicídio, e que os dois enterraram a adolescente de cabeça para baixo usando uma cavadeira para cavar o buraco.

Fontes: Jornal Hoje e Jornal O Correio